Editora Caixote e Webcore Games lançam edição interativa de Marina está do contra, clássico da autora sueca Gunilla Wolfe ainda inédito no Brasil

Primeira edição brasileira do clássico infantil da década de 70 explora as conquistas e desafios da primeira infância.

O livro interativo Marina está do contra, primeira edição digital do clássico moderno sueco Emma Tvärtemot (ou This is Betsy), escrito na década de 70 por Gunilla Wolde (1939-2015), e inédito no Brasil, já está disponível para download na App Store e Google Play em versão bilíngue – português e inglês.

Wolde, que também foi ilustradora, começou a carreira como cartunista de sátiras políticas em revistas e jornais de Estocolmo. Foi no fim dos anos 60, enquanto criava seus filhos, que Gunilla passou a escrever e ilustrar diversos livros para crianças, inspirados nas próprias experiências com família, com destaque para a série de livros com a personagem Marina. Esses títulos abordam tanto situações cotidianas quanto as descobertas e aprendizados da primeira infância. Além de várias reimpressões na Suécia, seus títulos foram traduzidos em mais de 14 línguas.

A chegada do título ao país, antes mesmo da versão impressa, reforça a relevância da Editora Caixote, vencedora do Prêmio Jabuti comPequenos Grandes Contos de Verdade, no mercado de literatura infantil digital. Depois da premiada adaptação do livro do autor chinês Oamul Lu, a editora também lançou Quanto Bumbum! , de Isabel Malzoni, uma produção original que já surgiu como aplicativo e foi pensada como literatura multimodal.

Já na adaptação de Marina está do contraa editora e sua parceira, a Webcore Games, se propuseram a reinventar a leitura do clássico moderno como livro interativo digital. Foram feitas animações a partir das ilustrações originais, nas quais as relações de oposição do texto, antes ilustradas em páginas duplas, agora são trabalhadas pelo movimento de virar o livro/tablet de ponta cabeça. O aplicativo tem também a narração da cantora Tiê, que participa ainda da trilha sonora original, e uma divertida ferramenta que permite adultos e crianças gravarem suas próprias narrações. Isso porque o aplicativo foi pensado para que pais e filhos compartilhem a leitura, o que fica claro não apenas nesta ferramenta, mas também na sua navegação inusitada, que deve ser ensinada por um adulto.

Marina é uma criança que está aprendendo várias coisas, como se vestir, comer sozinha, escovar os dentes, e tudo isso com muita liberdade e autonomia, característica que mostra que este é um texto à frente do seu tempo. “Esse título é o livro da infância de muitas pessoas há décadas e isso acontece muito provavelmente porque ele trata da primeira infância, fase extremamente rica em aprendizados, com proximidade e de um jeito divertido, sem se propor a instruir ou moralizar.”, observa a editora.

Além da experiência de leitura, o aplicativo vem também com uma boneca virtual da personagem, que permite à criança brincar com ela (vesti-la, dançar com ela, pentear seu cabelo, alimentá-la, etc.) sempre que quiser.

Com o lançamento do terceiro título, a editora reforça sua vocação em produzir livros interativos digitais de qualidade, em que o texto e a imagem têm o mesmo valor e as interações propostas ao pequeno leitor não são aleatórias.

Marina está do contra tem classificação livre para crianças por não possuir acesso à internet, propaganda ou compras in-app.


Marina está do contra
Autora/ilustradora: Gunilda Wolde
Música:
 Tiê
Experiência de leitura + um jogo

Valor AppStore:
 U$ 2,99
Valor Google Play:
 R$ 2,99
Link para lojas
http://onelink.to/uwh5qg 
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=4queLzq7H6g

Comentários
0 Comentários

Deixe um comentário